quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Simples Questões Filosóficas 10

Questiono-me como consegui não perceber antes a beleza da vida sem a finalidade e significado que ela possui. Vejo-me sábio e ignorante simultaneamente quando percebo a vida e a mim mesmo. Sua complexidade representa a ignorância que ainda tenho de mim mesmo, tanto quanto a diversidade de meu mundo interior, razão de toda dinâmica que envolve meu viver.

Extraído do livro O Bom da Vida.

Um comentário:

  1. Adenáuer,essa experiência humana jamais será entendida inocentemente pelo caminho único da fé como muitos ainda pensam. Ainda somos ignorantes,sim.Somos complexos,sim. Adenáuer, precisamos de significado da vida também. O que me espanta é imaginar que tudo o que é vindo da espiritualidade é tido como perfeito. Não acredito que estejamos aqui só para um passeio e nem muito menos só para algum mero motivo de aprendizagem que seja só pela dureza do viver. Há muitos fatos no processo terreno que surgiram antes da necessidade de alguém nos direcionar para esse habitat com o intuito regenerativo. Tenho a certeza de somos manipulados tal qual escravos no estilo navio negreiro. Se é como você diz que éramos ignorantes e dessa feita cometamos desatinos,como é essa multidão ainda sofre nas mãos de pequenos grupos em volta do planeta,vivendo subjugados? Creio que Jesus não veio para fazer remissão de pecado de ninguém. Ele veio para um sacrifício instrucional e nada entendemos ainda. Vejo contradições quando se fala tanto em amor pra quinta e amor pra lá e vivemos como degredados para aprendermos a amar. Como é que se fala tanto nas amorosas lições do Jesus e nos sentimos tão abandonados pelo tal amor de Deus?

    ResponderExcluir