domingo, 22 de outubro de 2017

Amor e Caridade 3

A caridade com amor não coloca seu agente em estado de superioridade nem de vaidade em relação ao que a recebe. O amor nivela o doador ao receptor, tornando-os beneficiários do Altíssimo. Ser caridoso é um estado que atingimos pelo processo que começa quando iniciamos a prática da caridade. Quando não mais a fizermos como obrigação religiosa ou como exercício periódico de auxílio aos outros, mas como componente de nossa personalidade, poderemos dizer que somos caridosos. 
Extraído do livro Amor Sempre.



sábado, 21 de outubro de 2017

Amor e Caridade 2

A caridade nos permite desprendermo-nos do egoísmo que nos liga à matéria. Sua força eleva-nos a alma, permitindo-lhe aprender o significado do amor ao próximo.  Se a vida não o brindou com a paz de espírito e a consciência reta, pense em conquistá-las através do amor na prática da caridade. Sua vivência lhe permitirá conhecer seus limites e possibilidades, suas dificuldades e necessidades a partir do contato com o outro que lhe é semelhante.


Extraído do livro Amor Sempre. 

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Amor e Caridade 1

Amor e caridade

Jesus é o nosso sustentáculo na prática da caridade.

Duas palavras inseparáveis. Onde uma está presente, a outra se coloca em evidência. Aprender a amar é praticar a caridade a serviço da vida e do bem. Toda caridade se alicerça no amor. Quando se exercita a caridade, utiliza-se do manancial do amor que toda criatura abriga em si. A caridade é ponte de ligação entre o eu e o tu. Toda caridade veicula o amor em benefício de seu agente e de seu receptor.


 Extraído do livro Amor Sempre.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Amor e Saúde 3

O amor proporciona a harmonia física de quem o experimenta. Ele é energia vitalizadora do corpo físico e perispiritual. Quando se espraia pelo corpo, transborda em alegria, otimismo e confiança no futuro, influenciando todos que estejam à sua volta.   O amor rejuvenesce o corpo e alimenta o Espírito. Seu potencial curativo estimula os órgãos, eliminando energias deletérias que atraem doenças e depauperam os tecidos.  O amor de um indivíduo pode curar, mesmo sem intencionalidade, os que com ele interagem. A simples presença de alguém que transborda amor vitaliza o ambiente à sua volta, muitas vezes curando feridas internas dos outros. 
Extraído do livro Amor Sempre.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Amor e Saúde 2

A valorização do corpo em detrimento do Espírito demonstra o estado evolutivo primário da criatura humana. Amar-se não é só cuidar do corpo, mas, acima de tudo, usá-lo de forma adequada em proveito do Espírito.   Também é suicídio descuidar-se do corpo submetendo-o aos vícios que o degradam. O corpo é instrumento, não sendo responsável pelos atos de seu agente. O amor, quando presente na criatura, vitaliza e beneficia o funcionamento do organismo. O amor cura e preserva a saúde. Aqueles que não estão contentes com seu corpo, por motivos estéticos não corretivos, ainda não aprenderam a enxergar a beleza do seu usuário. Amar o próprio corpo é respeitá-lo e admirá-lo, independente da diferença entre ele e o padrão cultural erigido como modelo. Sem fazer apologia ao defeito manifesto, o corpo, como você o recebeu, é sempre abençoada oportunidade de aprendizagem.
Extraído do livro Amor sempre.


terça-feira, 17 de outubro de 2017

Amor e Saúde 1

Amor e saúde

Jesus, cuja saúde transmitia fluidos curadores aos que com ele convivia, é nosso maior exemplo de vitalidade a serviço do amor.

O corpo humano é abençoado vaso em que depositamos a energia do Espírito para as realizações na matéria. Amá-lo e preservá-lo é necessidade imperativa em benefício do próprio crescimento espiritual.  Máquina orgânica em equilíbrio instável, requer uso responsável e responsabilidade no seu trato. Qualquer abuso redundará em prejuízo para seu usuário. Cada componente de sua estrutura necessita do mesmo cuidado que o organismo como um todo. Nesse sentido, amar o corpo é preservá-lo em benefício do Espírito.
Extraído do livro Amor Sempre. 



segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Amor e Arte 3

A arte expressa o consciente e o inconsciente do artista. Sua fonte origina-se do mais profundo psiquismo humano. O amor, da mesma forma, nasce nos escaninhos recônditos do Espírito e revela-se em seus atos.  A arte na história da Humanidade revela o pensamento e a intuição dos seres humanos. Nos mais variados tipos e estilos, encontramos a evolução de sua sensibilidade. Na escultura, na pintura, na música e em outras formas de expressão artística, encontraremos o gênio criativo humano. É na destinação das obras de arte que o amor é revelado.



 Extraído do livro Amor Sempre.

domingo, 15 de outubro de 2017

Amor e Arte 2

O amor e a arte alegram a vida tornando-a bela, nobre e enaltecida. A percepção da maravilha de uma obra de arte, assim como da grandeza da vida, só é possível quando observada de uma certa posição, isto é, a uma determinada distância. Para admirar-se um quadro, é necessário vê-lo a alguma distância. Para se identificar o nível de evolução de um espírito quanto à sua capacidade de amar, só o enxergando no decorrer de algumas encarnações. A arte expressa o consciente e o inconsciente do artista. Sua fonte origina-se do mais profundo psiquismo humano. O amor, da mesma forma, nasce nos escaninhos recônditos do Espírito e revela-se em seus atos. A arte na história da Humanidade revela o pensamento e a intuição dos seres humanos. Nos mais variados tipos e estilos, encontramos a evolução de sua sensibilidade.  Na escultura, na pintura, na música e em outras formas de expressão artística, encontraremos o gênio criativo humano. É na destinação das obras de arte que o amor é revelado.


 Extraído do livro Amor Sempre.

sábado, 14 de outubro de 2017

Amor e Arte 1

Amor e arte

Jesus, como um artista, soube nos tingir do amor que eleva e exalta o Espírito.

Quem ama faz transbordar o amor através de sua arte. Cada obra representa um hino ao amor, em que o artista exala a grandeza da vida, da Natureza e de Deus. O amor é o belo em si mesmo. Representa uma ascese da matéria ao Espírito. Inicia-se na contemplação das formas materiais para alcançar a percepção de Deus na natureza. O amor na arte é o amor do bom e do belo. É possível perceber, em todo aquele que ama, a presença do bem e do belo nas obras de arte concebidas pelo amor à vida.

 Extraído do livro Amor Sempre.

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Amor e Religião 4

As religiões tradicionais nos afastaram do contato com a simplicidade e da verdadeira adoração a Deus, insculpindo-nos culpas e medos. Nada há que não seja sagrado. Tudo na vida é obra de Deus. Seu amor está presente em toda a Criação. Não nos entreguemos ao medo e ao afastamento da vida supostamente simples em nome da religião. Amor e religião são compatíveis com a vida verdadeiramente simples que se realiza na convivência social.

Extraído do livro Amor Sempre.

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Amor e Religião 3

Muitas vezes recorremos à religião para solução de conflitos de ordem sentimental. Em algumas situações, agimos em proveito próprio, excluindo alguém que se interpõe em nosso caminho, pedindo a Deus ou a seus intermediários para nos livrar de sua influência. Estaremos, dessa forma, abdicando de vivenciar a tolerância e a confiança no amor de Deus para conosco. A religião, quando usada exclusivamente para benefício próprio, é instrumento de prisão e alienação. O amor ao próximo é o meio mais eficaz de alcançar a verdadeira prática religiosa.
 Extraído do livro Amor Sempre.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Amor e Religião 2

A religião é uma busca natural de todo ser humano. Adotar uma é um ato de amor a Deus. Seu exercício requer abnegação e amor em dobro. O esquecimento de si, mesmo na dedicação à tarefa religiosa, não necessita atingir a recusa ao convívio social. Dedicar-se a Deus não significa fugir do mundo. Amor e religião não se chocam com o amor a outra pessoa. O ser humano, historicamente, decidiu separar o que fosse carnal do que lhe parecesse divino. Não se separa o que tem a mesma procedência.

Extraído do livro Amor Sempre.