quinta-feira, 2 de abril de 2015

Em reverência

A quem viveu dignamente, assumindo sua Designação Pessoal;
A quem se mostrou fiel aos propósitos superiores, tornando-se canal divino;
A quem chamou para si a responsabilidade em dar continuidade a ampliação do saber espiritual;
A quem soube amar de tal maneira, a ponto de ser por todos amado;
A quem honrou no mais alto grau a denominação de ser espírita;
A quem se mostrou a todo momento um Espírito imortal;
A quem a humildade encontrou campo fértil, elevando-o a categoria de discípulo de Jesus;
A Chico Xavier, continuador de Allan Kardec, luminoso Espírito.

4 comentários:

  1. Marcele Rodrigues5 de abril de 2015 11:57

    Chico, exemplo de caridade e amor. Feliz Páscoa!

    Um Brinde!

    Brinde a vida.
    Brinde as vitórias e até mesmo os insucessos.
    Não estás apto ainda a compreender o que é melhor para ti.
    Dê atenção aos teus sonhos.
    Ainda que tuas atitudes tenham mudado
    Se eles lhe fazem reviver tuas mazelas
    É para chamar-lhe atenção à prática do orai e vigiai.
    Brinde a tua perseverança.
    Ela que vai lhe direcionar ao caminho do bem.
    Brinde as pessoas que lhe causam antipatia
    Geralmente nelas, tu projetas o que repudias em ti mesmo.
    Abrace e eduque tua sombra
    Um dia alcançarás a autoiluminação
    E serás digno de alcançar a felicidade dos mundos superiores.
    Brinde sempre a benevolência e a caridade.
    Brinde o amor condicional.
    Pois ele despertará em ti a necessidade de evolução
    Seja rico em luz.
    Doe afeto.
    Brinde a natureza e a harmonia.
    E brinde sempre a paz.

    Muita paz!

    Marcele Rodrigues
    Saudades

    ResponderExcluir
  2. Mes de Francisco Candido Xavier. As escolas doutrinárias espíritas do Brasil comemoram seu aniversário. Homem, humano e um tanto santo. Completista. Humildade revolucionária. Da meia face de Kardec, completou sua, a outra face. Da codificação comsoladora kardequiana, nosso divino mineiro viveu e mostrou que é possível. É possível viver Jesus. É cabível exercer a essência do puro amor numa vida inteira de caridade e deixar o exemplo de que hoje o amor continua...
    Andre Luiz apresentou a espiritualidade e as ciências em outros orbes e lares nossos, em vidas que sempre vivemos e esquecemos.
    Emmanuel nos alimentou da doutrina de Jesus e muitos romances, em lugares que estivemos e esquecemos.
    E tantos outros espíritos visitaram as mãos do médium e, que tal Humberto de Campos? Cronista e jornalista do céu, nos dando notícias que nos encantaram, da Boa Nova ao Brasil como coracao do mundo e representante das esperanças de Jesus, nós que nos perdemos e esquecemos de quem somos.
    Obrigado, médium leopoldinense, por trazer a recordação de nossa imortalidade e o quanto podemos realizar como espíritos imortais. Apertaremos novamente suas mãos de rosas e abraçaremos seu coração farto, em lugares que o sorriso de Deus expande um só amor, envolvendo toda sua criação imortal.

    ResponderExcluir