terça-feira, 5 de agosto de 2014

Saudades desta encarnação

Um dia, tenho certeza, quando liberto deste corpo, sentirei saudade desta vida, dos amores e das experiências maravilhosas que vivi. Sentirei falta de minha infância, quando meus primeiros passos foram acompanhados por minha mãe. Sentirei falta de brincar na terra, de sujar as mãos na lama formada pela chuva bem vinda. Nunca esquecerei meu querido pai, principalmente de seu interesse em meu progresso. Lembrar-me-ei eternamente dos amores desejados na adolescência e dos amigos da escola que estudei as primeiras letras. Lembrarei também da primeira viagem à capital, embriagado de curiosidade quanto ao que veria e viveria. Sentirei falta dos primeiros estudos espíritas, do Centro Espírita que me acolheu, onde construí as primeiras imagens a respeito da vida espiritual. Lembrarei das palestras assistidas e proferidas, dos diálogos com as entidades espirituais nas mediúnicas esclarecedoras e dos companheiros de jornada espírita que conheci. Nunca esquecerei da família que formei e dos filhos que recebi como amigos para sempre. Olharei para meu passado com alegria e saudade dos amigos, dos lugares que conheci e das orações que recebi sempre que experimentei a solidariedade. Sentirei falta do mundo que ajudei a construir e que mergulhei numa vida extremamente valiosa. Já sinto saudades de tudo e de todos, mesmo quando me vi em aflição e quando percebi minhas limitações evolutivas. Sim, tenho saudade da vida que tenho hoje, pois, qualquer que seja, merece ser bem vivida e com aproveitamento total. Antecipadamente sinto saudade do que estou atualmente vivendo, das pessoas que fazem parte de minha atual encarnação e do sentimento que tenho no exato momento que escrevo. A vida é muito boa para que percamos tempo dando tempo ao egoísmo e ao orgulho. Em seu lugar coloquemos, no mais alto de nossa consciência, o amor e a consciência de ser Espírito imortal.


9 comentários:

  1. lindo texto Adenauer, é sempre tempo de tomarmos consciena que o momente presente é o mais importe, que ser feliz é quase uma práica diaria.

    ResponderExcluir
  2. Sinto um tom de despedida do texto, espero que esta despedida seja ainda muito longe pois tenho muito ainda que aprender com suas idéias do Ser Integral e da Psicologia do Espírito.

    ResponderExcluir
  3. Marcele Rodrigues6 de agosto de 2014 09:56

    Ainda inebriada com as emoções do meu dia, agradeço também a ti, por ter me ajudado durante os momentos de inquietude, de ansiedade e desespero, quando me disse há alguns anos: calma, quando chegar nos 30, isso passa...

    Finalmente 30,

    Acordei, me olhei no espelho e antes de notar qualquer alteração física, vi uma outra imagem. Não era de outra pessoa. Era eu mesma, só que com uma nova roupagem.
    A vestimenta do egoísmo deu lugar à consciência de espírito imortal dotado de amor e compreensão.
    A culpa cedeu lugar ao perdão, o desequilíbrio à maturidade, as frustrações à persistência.
    É preciso teimar, educar as emoções, ter paciência e fé. Mas antes de tudo, é preciso aprender a amar.
    Amar é a arte do altruísmo e do perdão.
    Amar é a arte da caridade, da comprensão.
    Amor é sabedoria em ação.
    É brisa, sol no rosto, beijo de menina.
    É impulso para a vida.
    É poesia no olhar.
    Amor é pé descalço na areia.
    É se emocionar com Romeu e Julieta.
    É chorar, se arrepiar.
    Amor é dança na chuva.
    É chuva de bençãos.
    Amar é orar, vigiar e reparar.
    Viva, sinta, seja o amor.
    Por que viver com amor é voar, é se libertar.

    Amo você, mas não o menino de Acajatiba, nem o psicólogo, chefe de família, nem mesmo o palestrante de quinta. Amo-te pelo que você representa na minha vida: um divisor de águas, fé, amor e renovação.

    Muita paz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. precisa de uma pessoa para pensar para vc.

      Excluir
  4. Que maravilhoso texto de amor à vida. Lembrei de Rubem Alves...que tinha uma caso de amor com a vida...

    Lendo suas palavras sábias, senti tristeza por não compartilhar desse amor...
    Infelizmente não consigo senti-lo; pelo contrário, sinto meu espírito cansado dessa atual jornada terrestre...
    Não tive capacidade de cultivar um grande amor (não me refiro ao amor carnal apenas, mas ao amor de cumplicidade, de parceria, de troca, de conversa...). Eu sonhei muito com isso, mas as tentativas foram todas frustrantes...sempre fui rejeitada...
    Hoje sinto uma grande tristeza na alma, tristeza essa que tem se tornado minha companheira...
    O que ainda desejo: viver apenas enquanto for útil.
    Converso muito com Deus sobre isso...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hosana, querida,
      Você ainda não teve essa capacidade de cultivar esse amor, mas ainda há tempo.
      Enquanto isso, prepara-te usando como experiência as relações com seus pais, sua família, seus colegas. Exercitando o verdadeiro amor com eles você estará preparada para amar quem te espera.
      Espero ter ajudado. Caso contrário, me perdoe e ignore, visto que não sou especialista em curar as dores humanas.

      Excluir
    2. "As tentativas foram todas frustrantes...sempre fui rejeitada...."
      Ao sonhar muito com isso não terá criado na sua cabeça uma ideia errada da realidade. Uma esperança que se transforma em desespero...?

      Excluir
  5. Boa noite meus irmãos,
    hoje e palestra de Adenauer Novaes foi como sempre instrutiva e repleta de PAZ.
    Oque ele quis dizer com " Oque você está fazendo aqui? Pra que você estar aqui?
    Isso me fez pensar que o raciocínio é um instrumento valioso na seleção das qualidades que devem ser postas em prática, desde que ele seja disciplinado pelo sentimento do AMOR.
    A minha intenção é com toda sinceridade da alma, convidar os amigos para uma grande fusão de valores em torno de Nosso Senhor Jesus Cristo e d'ele beber a água pura do Amor e passar a compreender como é bom aprender a amar, porque fora do amor não há evolução para a humanidade.
    Tudo isso tem um preço: o preço da autoeducação que devemos iniciar a cada dia que acordamos.
    Sejamos nós mesmo, mas com amor. É um grande começo!!!
    Muita PAZ a todos e boa noite!!

    ResponderExcluir