sábado, 3 de março de 2012

Transtorno de Déficit de Sentido da Vida III

São causas prováveis da instalação dos processos que promovem a irrupção do transtorno: a) restrições da percepção das matrizes espirituais da vida; b) excessivo condicionamento à necessidade de estruturar o ego; c) percepção acanhada de si mesmo e de seu papel no mundo; d) ausência de estímulos significativos para construção de ideais de longo prazo; c) cristalização da ideia da morte como fim em si; f) ausência de hábito em utilizar seus próprios potenciais adquiridos em vidas passadas; g) necessidade de criar vínculos de pertencimento; h) não percepção de própria natureza divina; i) concepção primitiva da divindade e de seus atributos; j) concepção reducionista da ideia de liberdade; k) educação infantil deficiente, com indícios de descaso; l) absorção de valores estimuladores de deterioração social. Em diferentes níveis de percepção da realidade, o ser humano se condiciona a uma busca desenfreada por um lugar no próprio mundo, sem se perceber como passageiro temporário dele e, ao mesmo tempo, seu principal agente. Passa grande parte de sua vida tentando se entender, lutando para sobreviver, buscando superar naturais deficiências psicológicas, disputando espaço e tendo de requerer um lugar na sociedade.

9 comentários:

  1. Amigo Adenauer, já escreveu 3 textos sobre esta matéria, vejo que se interessa e a valoriza.
    Fala de excesso de condicionamento e cristalização de ideias, eu percebo e concordo, depois fala de autoconhecimento deficiente, também concordo.
    Mas depois fala de educação deficiente, necessidade de criar vinculos, ausência de estimulos, ou seja faltam normas, regras, educação ou seja condicionamento.
    Por um lado tem condicionamento em excesso, noutros falta condicionamentos, isto não será conversa de politicos... (joking)
    Mpz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ..é isso aí, Mpz, bem que o nosso amigo Adenáuer podia trocar o CD, esse já é o quarto texto sobre TDSV,(iniciou com PENSO QUE).

      Excluir
  2. Ficou bem entendido que as causas são diversas, em algumas ocorreu participação efetiva do ego, em outras ele foi anulado. Mas a realidade que se impõe é o fato de um determinado indivíduo se auto condicionar de que é o ser mais importante do mundo e, quando isso não fôr mais alimentado por seus pares, surge então o desespero e vontade de pular da vida.

    ResponderExcluir
  3. Amigo anónimo, Mpz é "Muita paz", meu nome é Amorim, e obrigado por comentar o meu comentário.
    Falando em condicionamento, o amigo Adenauer parece-me estar duplamente condicionado:
    Em 1º, porque como espirita foi cursar psicologia e portanto procura respostas a perguntas que já tinha feito a muito como espirita.
    Em 2º, a psicologia, fisicamente não existe, é uma construção humana, sujeita a todo o condicionamento milenar da humanidade.
    No entanto, em ambientes standard a psicologia tem dado respostas muito apropriadas, o mesmo digo do Adenauer que tenta ir mais além, também com sucesso.
    Não o conhecendo muito, admiro-o.
    Mpz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. [Peço licença ao proprietário do blog]

      Amorim,

      Discordar e colocar sua opinião muito embora seja válido, o excesso é que chama a atenção.
      É legítimo esse seu desejo de estrelar, de protagonizar, de aparecer, de se impor, de contrariar, enfim. Isso é parte integrante de quem ainda se encontra em estágio infantil. Seu comportamento tendo em vista os comentários aqui abordados leva a crer perfil de alguém solitário, carente, que tem necessidade de chamar a atenção deixando transparecer uma carga excessiva de frustração por não Ser/ou ter o que deseja. De forma exagerada vc nega, discorda, impõe opinião contrária.
      Querido (a), cada um ocupa o espaço que merece e que tem competência para ocupar. Faz-se necessário exercitar a autoaceitação, além de coragem de se revelar em face de suas opiniões. Compreende caro 'AMORIM’, que por vezes coloca-se em anônimo?
      Para que tentar sufocar o talento do outro? Quanto desgaste mental, quanto tempo despendido em ficar polemizando...
      Faça sua estrela brilhar! Valorize seu tempo!

      Vibrações Positivas!
      Marcela

      Excluir
  4. [Peço licença ao proprietário do blog]

    Amorim,

    Discordar e colocar sua opinião muito embora seja válido, o excesso é que chama a atenção.
    É legítimo esse seu desejo de estrelar, de protagonizar, de aparecer, de se impor, de contrariar, enfim. Isso é parte integrante de quem ainda se encontra em estágio infantil. Seu comportamento tendo em vista os comentários aqui abordados leva a crer perfil de alguém solitário, carente, que tem necessidade de chamar a atenção deixando transparecer uma carga excessiva de frustração por não Ser/ou ter o que deseja. De forma exagerada vc nega, discorda, impõe opinião contrária.
    Querido (a), cada um ocupa o espaço que merece e que tem competência para ocupar. Faz-se necessário exercitar a autoaceitação, além de coragem de se revelar em face de suas opiniões. Compreende caro 'AMORIM’, que por vezes coloca-se em anônimo?
    Para que tentar sufocar o talento do outro? Quanto desgaste mental, quanto tempo despendido em ficar polemizando...
    Faça sua estrela brilhar! Valorize seu tempo!

    Vibrações Positivas!
    Marcela

    ResponderExcluir
  5. Nossa Marcela, quanta ira, quanta agressividade...
    Onde quer que toquei em vc, foi sem querer...
    Só escrevo opiniões dentro dos temas apresentados.
    Se contraponho o Adenauer é para meu esclarecimento, Ademais compete ao Adenauer denunciar eventual abuso.
    Mpz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amorim,

      Minhas sinceras desculpas!

      Marcela

      Excluir