sexta-feira, 4 de maio de 2018

Felicidade sem Culpa 69





Chega um momento que, revendo o passado, nos arrependemos e nos culpamos pelos desvios. Nunca é tarde, porém, para recomeçar, e não existe nada que não possa ser recuperado ou que esteja irremediavelmente perdido. O momento é sempre um novo tempo, pois a Vida nos presenteia com ciclos de renovação. Dê a você mesmo outras chances e quantas mais sejam necessárias.



Texto extraído do livro Felicidade sem Culpa.

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Pela alma passa a compreensão
    do mais caro amigo
    que vive eterno, único

    e nele se abstraia o inimigo
    que traz a essência que o define
    como o presente
    que justifica o mar, a brisa
    o continente

    e revela o amigo ausente
    como tesouro que se ama
    pra sempre,

    pra guardar o que difere
    no que mais se parece
    quando as asas se juntam
    e sobrevoam qualquer mar,

    quando os sons se sintonizam
    e tocam em qualquer lugar,

    como Deus se comunicando
    e deixando no ar
    o seu jeito,
    seu único modo de beijar.

    ResponderExcluir