terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Ignorância Verdadeira

Ignorar é desconhecer as matrizes que geram uma informação; é de fato não saber o significado de algo ou de como agir em determinada situação. Trata-se de não se ter domínio de fato de algo com o qual se lida. Há quem pensa saber sobre algo, apenas por ter tido informações, lido ou ouvido falar. Simplesmente tomaram ciência, mas não internalizaram. A ignorância verdadeira é aquela que se sabe possuir por não se ter integrado totalmente os paradigmas referentes ao conhecimento de algo. Os que pensam que sabem sobre algo, mas que, sob certas circunstâncias, demonstram inaptidão ou incapacidade, não admitem a ignorância verdadeira. Admiti-la implica em estar sempre disposto a aprender. Todo conhecimento, portanto, é provisório, relativo e adequado ao presente. Quanto mais me conscientizo de minha ignorância verdadeira, mais aprendo e me aprofundo sobre o saber a respeito da vida. Como exemplo, cito o amor. Creio que a maioria dos seres humanos “sabe” o que é o amor; no entanto, em várias situações, demonstram total ignorância de como senti-lo, praticá-lo ou demonstrá-lo. Melhor seria admitir a ignorância sobre o amor. Quanto mais declare sua ignorância verdadeira, mais se aproximará das disposições em aprender.

11 comentários:

  1. Cristianne Sampaio31 de janeiro de 2012 20:31

    Obrigada Adenaur pelo esclarecimento.
    Abraços
    Cristianne

    ResponderExcluir
  2. "Aquele que não sabe e não sabe que não sabe,é um tonto - Fuja dele.
    Aquele que não sabe e sabe que não sabe,é humilde - Ajude-o.
    Aquele que sabe e não sabe que sabe,está dormindo - Desperta-o.
    Aquele que sabe e sabe que sabe,um sábio - Sigua-o.
    PROVÉRBIO CHINES
    CF

    ResponderExcluir
  3. Aquele que sabe e sabe que sabe, é um sábio - Siga-o.

    ResponderExcluir
  4. Belíssimo....
    Mesmo aquele que sabe e sabe que sabe, em algum nível ignora alguma coisa.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom! pois o universo a conhecer é infinitamente maior que o já conhecido

    ResponderExcluir
  6. Uma verdade hoje, tida como absoluta, pode amanhã ser totalmente descartada como inadequada e ultrapassada pelos tempos a depender de uma consciência geral e coletiva. É impossível saber de tudo, foge À dimensão humana. É necessário estar motivado a entender, apreender e aplicar cada aprendizado em nossa vida. Com isso me remeto ao pensamento de Leonardo da Vinci que diz: "Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende."

    Maria Angélica

    ResponderExcluir
  7. Tantas verdades e tantos sábios, meu Deus.
    A palavra verdade não é a Verdade....
    E os sábios, que leem centenas de livros que acumulam todo o tipo de informação na sua memória. Tudo aprendido ontem, ou há dois milhões de anos, é tudo passado, tudo cópia.
    Poderá um destes sábios descobrir, reconhecer, e identificar algo novo, atemporal, nunca antes observado?
    Ou não será essa "sabedoria" um entrave?

    ResponderExcluir
  8. O titulo é sugestivo, "Ignorância Verdadeira".
    O que é a ignorância?
    E o que é o Verdadeiro?
    Cada vez mais os espiritas se afastam do fenómeno, dos fatos e penetram mais e mais no mundo das ideias, das opiniões....
    E aí cada um tem a sua, o que é uma verdadeira ignorância, por isso o título, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NOSSA..VC TEM TODA RAZÃO! FICA MTO "ACHÔMETRO"..

      É PRECISO MAIS PESQUISA E PRECISÃO DE CONCEITOS.

      Excluir